Carrapatos e a “Doença do Carrapato”

Com a chegada do verão e aumento da umidade relativa do ar, aumentam também os problemas com os parasitas de pele dos cães e gatos, devido a um aumento no metabolismo destes insetos.

 

Como agravante deste problema, não podemos deixar de citar que carrapatos transmitem doenças aos animais, como a babesiose e a erlichiose, sendo que estas doenças podem levar o animal rapidamente à morte. E que ainda temos o problema de saúde publica com a Febre Maculosa, que vem ganhando espaço no território nacional com o não controle desta praga.

 

Para diagnosticá-las corretamente, o cão ou gato precisa passar por um exame clinico realizado por um medico veterinário e ainda necessitara de um exame de sangue complementar para determinar o diagnostico e instituir o tratamento. Os sintomas da doença dos carrapatos em cães e gatos iniciam-se de forma branda sendo que o proprietário pode notar apenas uma apatia no animal, e com o agravamento do quadro geral, poderão ocorrer sangramentos nasais e  sintomas neurológicos como convulção, andar com dificuldades, dentre outros.

 

A única forma de prevenção desta doença é o controle do carrapato, que deve ser feito mensalmente e durante todo o ano, não somente nos meses mais quentes do ano em que são mais visíveis.

 

O controle por ser feito com parasiticidas tópicos e orais, encontrados em petshops e clinicas veterinárias,  nas mais diversas formulações. Também deve ser dada atenção especial ao ambiente, com a dedetização do mesmo, com produtos prescritos por veterinários, uma vez que podem causar sérios danos a saúde dos animais.