SDMA

SDMA: Um inovador biomarcador da função renal

O SDMA (dimetilarginina simétrica) é um biomarcador renal específico da função renal. É um indicador da função renal mais confiável do que a creatinina, possibilitando a detecção de insuficiência renal aguda (IRA) e doença renal crônica (DRC) mais precocemente do que nunca.1-5 A International Renal Interest Society (IRIS) afirma que o teste também ajuda a definir as recomendações de tratamento mais eficazes para doença em evolução6.

Três atributos essenciais do teste de SDMA fazem dele um exame mais confiável da função renal:

Trata-se de um biomarcador da função renal

O SDMA é excretado pelos rins. O SDMA reflete com mais precisão a taxa de filtração glomerular (TFG) em cães e gatos.1-4

Aumento anterior ao da creatinina

O SDMA eleva a partir da perda de 25% da função renal,2 o que o torna mais confiável tanto para o diagnóstico de insuficiência renal aguda quanto o de doença renal crônica.1-3 Com a avaliação dos níveis de creatinina, não é possível identificar problemas renais até a perda de quase 75% da função renal.2,3

Especificidade para a função renal

O SDMA sofre menor impacto de fatores extra renais, como o estado de saúde geral do animal, idade avançada e o quadro da doença, em comparação à creatiina.5,6

Além disso, o SDMA não é afetado pela massa corporal magra, o que a torna mais confiável para avaliar a função renal em animais com doença renal crônica ou outros problemas de saúde que resultam em perda de peso e massa muscular, como o hipertireoidismo.5,6


Diretrizes da IRIS

O teste IDEXX SDMA foi incluído nas diretrizes da IRIS como um elemento adicional útil no diagnóstico de Doença Renal Crônica, para ajudar a definir o estadiamento e tratamento para respectivo estágio da doença